XVII Congresso de Radiologia e Diagnóstico por Imagem do HCFMUSP – IMAGINE 2019

XVII Congresso de Radiologia e Diagnóstico por Imagem do HCFMUSP – IMAGINE 2019

  • 73 Horas de duração
  • 200 Aulas
  • 11 Módulos
  • 2 anos de suporte
  • Certificado de conclusão
Parcele em 10x R$ 90,00 (ou R$ 900,00 à vista)
Comprar Agora Dê um passo adiante em sua carreira!
MedicineCursos

IMAGINE 2019 - Congresso de Imaginologia e Diagnóstico por Imagem INRAD - HCFMUSP

O IMAGINE é considerado um dos melhores eventos científicos da América Latina, promovido pelo INRAD do HCFMUSP, contou com mais de 150 palestrantes renomados no mundo inteiro.

A programação cientifica envolve questões de desafios atuais e futuros da imaginologia e diagnostico por imagem.

O evento está na XVII edição, e pela primeira vez foi filmado e disponibilizado exclusivamente aos nossos clientes.

Algumas áreas abordadas: Mama, Musculoesquelético, Medicina Interna,Tireoide, Ginecologia e Obstetrícia, Tórax, Emergência, Pediatria e outros.     


SINOPSE: 


MÓDULO EMERGÊNCIA
Principais Emergências de um Grande Centro de Trauma
Face
Shri Krishna Jayanthi

Crânio
Ariel Barreto Nogueira

Vascular
Rafael Bulle Paiva Oliveira

Tórax
Paulo Savoia Dias da Silva

Abdome I - Fígado e baço
Fabio Augusto Cardillo Vieira

Abdome II - Pâncreas e vísceras ocas
Marcelo Oranges Filho

Abdome III: Rins e vias urinárias
Paulo Rogério Barboza Silvério

Abdome IV - Não esquecer - Transição toracoabdominal, adrenais, parede e outros
Marina Alonso Pereira

Coluna e músculoesquelético
Alberto Peters Bambirra

Pitfalls e Armadilhas no Plantão
Marcelo Francisco Cintra Zagatti


MÓDULO ONCOLOGIA
Sessão interativa: Casos de próstata
Régis Otaviano Franca Bezerra
Rodrigo Pamplona Polizio

Sessão interativa: Casos de reto
Débora Zachello
Recchimuzzi

Sessão interativa: Casos de pelve feminina
Andrea Aranha

Sessão interativa: Casos de imunoterapia em tórax
Andrea Badra Vinche Pavani

Sessão interativa: Casos de cabeça e pescoço
Carlos Jorge da Silva

Sessão interativa: Casos de neuro
Fabiana Hirata

Sessão interativa: Casos de emergência oncológica
Gerda Feitosa Nogueira
Antonio Fernando Lins de Paiva
Marcio Ricardo Taveira Garcia

MÓDULO MUSCULOESQUELÉTICO
Coordenadores: Paulo Victor
P. Helito e Marcelo Bordalo Rodrigues

Avaliação por Imagem das Tendinopatias do Tornozelo
Luiz Fernando Vitule

Lesões da fibrocartilagem triangular e dor ulnar no carpo
Affonso Cardoso de Oliveira
Neto

Lesões Traumáticas nos Dedos da Mão
Alberto Peters Bambirra

Fraturas por Sobrecarga e Insuficiência
Virgínio Rubin

Ultrassonografia das Neuropatias Periféricas
José Renato Negrão

Ultrassonografia de Musculoesquelético na Emergência
Felipe Carneiro

HANDS ON DESMESTIFICANDO A US DE OMBRO
Incidentalomas no paciente oncológico Marcelo Bordalo Rodrigues

Tumores Ósseos Primários da Criança
Almir Antonio Lara Urbanetz

Avaliação por Imagem as Alterações Pós-Actínicas
Erina Megumi Nagaya Fukamizu

Lesões Ósseas de Superfície
Paulo Victor P. Helito

Dicas Práticas na Avaliação dos Tumores de Partes Moles
Daniel Pastore


MÓDULO MUSCULOESQUELÉTICO
Princípios Básicos das Biópsias Ósseas
Marco de Andrade Bianchi

Avaliação por Imagem das Doenças Inflamatórias: US e RM
Renata Vidal Leão

Avaliação por Imagem das Infecções Ósseas
Mariana dos Santos Silva

Doenças Osteometabólicas
Maria Helena Rodrigues

Avaliação por Imagem do Intervalo Rotador
Eduardo Baptista

Lesões Meniscais e Ligamentares do Joelho
Rafael Sevestrin Reche

Aula interativa com Casos
Paulo Victor P. Helito
Marco de Andrade Bianchi
Afrânio dos Reis Teixeira Neto


MÓDULO MAMA
Coordenadores: Nestor de Barros, Flávio Spínola Castro e Carlos Shimizu
Moderador - Bloco 1:
Como reduzir falsos negativos e positivos na
tomossíntese?
Vera Ferreira

ACR BI-RADS® 3 na ultrassonografia e RM
Bárbara Bresciani

Rastreamento com Ultrassonografia e Tomossíntese: Situação Atual
Tatiana Tucunduva

Dúvidas Frequentes
Erica Endo

Situação atual e tendências futuras do CDIS na imagem mamária
Márcia Aracava

Perguntas aos Palestrantes  
Vera Ferreira Bárbara Bresciani
Tatiana Tucunduva
Erica Endo
Márcia Aracava

Moderadora - Bloco 2: Carla Benetti
Ultrassonografia: técnica e ACR BI-RADS®
Juliana Hiraoka Catani

Ultrassonografia: diminuindo falsos positivos na avaliação de nódulos e cistos
Flávio Spínola Castro

Ultrassonografia: discussão de casos didáticos
Marco Costenaro

Avaliação dos implantes e expansores na multimodalidade
Tomie Ichihara

Pergunta aos Palestrantes
Juliana Hiraoka Catani
Flavio Spínola  Castro
Marco Costenaro
Tomie Ichihara


MÓDULO MAMA
Moderadora - Bloco 3:
Su Jin Kim Hsieh
Como eu analiso e laudo uma RM de estadiamento e Qt Neoadjuvante
Su Jin Kim Hsieh

Aplicações do Protocolo Abreviado na RM de mamas
Mônica Rudner

Aspecto de Imagem dos Diferentes Perfis Moleculares do Câncer de mama
Paula Camargo de Moraes

Desafio ao Patologista: ensinar ao radiologista a indentificar lesões na microscopia
Fernando Aguiar

Como escolher e negociar aparelhos para o setor de imagem da mama
Giselle Guedes Netto de Mello

Moderador - Bloco 4:
Carlos Shimizu

Inteligência artificial na Radiologia: O começo do fim?
Carlos Shimizu

Atualização no tratamento cirúrgico do câncer de mama
José Roberto Filassi


MÓDULO USG GERAL
Coordenadora: Maria Cristina Chammas
Moderador: Miguel J. Francisco Neto

Fígado e suas armadilhas
Miguel J. Francisco Neto

LIRADS - como relatar as lesões focais na prática (teste suas habilidades!)
Sandra Tochetto

Demonstração prática:
Elastografia hepática
Fernando Linhares

Demonstração prática US tireoide modo-B e elastografia
Pedro Henrique de Marqui Moraes

Demonstração prática: US rins, vias urinárias e próstata
Andrea Cavalanti Gomes


Estadiamento pré e pós operatório no câncer da tireoide
Marcelo Schelini

Teste suas habilidades: US de tireoide e  cervical
Rosa Sigrist

Simpósio BRACCO: Contraste US  na prática: Como, quando e porque utilizar

Apresentação na prática do contraste por microbolhas, indicações e contra-indicações
Maria Cristina Chammas

Aplicações do contraste no fígado: discussão de caso
Maria Cristina Chammas

Aplicações do contraste em vascular: discussão de caso
Carlos A.Ventura

Aplicações do contraste no refluxo vésico-ureteral: discussão de caso
Marcelo Straus Takahashi


MÓDULO USG GERAL
Simpósio CANON: Elastografia hepática e de tireóide: Tudo o que
você precisa saber para realizar um bom exame

Elastografia na prática: Técnica de exame e ajustes do equipamento Fernando Linhares

Elastografia Hepática: Dicas práticas para bom exame e critérios utilizados
Fernando Linhares

Demonstração Prática: Dicas e armadilhas da elastografia hepática
Fernando Linhares

Elastografia de Tireóide: Dicas práticas e critérios utilizados
Pedro Henrique de Marqui de Moraes

Demonstração prática:
Dicas e armadilhas da elastografia de tireóide
Pedro Henrique de Marqui de Moraes

Moderador: Marcio
Ramalho

US de vesícula e vias biliares: dicas e armadilhas
Marcio Ramalho

Demonstração prática: US cervical
Adriana Paiva Marques
Lima Torres

Aplicações do US com contraste (CEUS) em pediatria
Marcelo Straus Takahashi
INTERVALO
Moderador:
Osmar de Cassio Saito

Demonstração prática: US de olho
Osmar de Cassio Saito

US na infertilidade masculina: da técnica ao relatório
Felipe Carneiro

Teste suas habilidades: US em medicina interna
Leandro Barreto


MÓDULO NEURORRADIOLOGIA
Coordenadores: Claudia da Costa Leite, Lívia Martins, Tavares Scianni Morais e Leandro Tavares Lucato
Moderadora: Claudia da Costa Leite
“PROGRAMA DOS 5 PASSOS”

5 passos na avaliação de um paciente com demência
Douglas Mendes Nunes

5 passos na avaliação de paciente com suspeita de vasculite
Germana Titoneli dos Santos

5 passos na avaliação de um paciente com lesão expansiva do SNC
Luís Filipe de Souza Godoy

5 passos na avaliação pré-operatória de tumores intracranianos
Paula Ricci Arantes

5 passos na avaliação de um paciente com parkinsonismo
Ellison Fernando Cardoso

5 passos na avaliação de um paciente com epilepsia
Mika Shibuya

5 passos na avaliação de um paciente com infecção do SNC
Claudia da Costa Leite

5 passos na avaliação de um paciente com lesão selar
Felipe Barjud P. do Nascimento

Discussão interativa baseada em casos
Leandro Tavares Lucato

5 passos na avaliação de um paciente com AVC isquêmico
Lívia Martins Tavares Scianni Morais

5 passos na avaliação de paciente com suspeita de dissecção
Raquel Andrade Moreno

5 passos na avaliação de um paciente com hemorragia intracraniana
Maria da Graça Morais Martin

5 passos na avaliação de paciente com doença desmielinizante
Claudia da Costa Leite

Discussão interativa baseada em casos
Leandro Tavares Lucato


MÓDULO CABEÇA E PESCOÇO
Coordenadoras: Eloisa Maria Mello Santiago Gebrim e Regina Lúcia Elia Gomes
TEMA: 5 PRINCIPAIS DIAGNÓSTICOS

Seios Paranasais
Rodrigo Murakoshi

Órbita
Carlos Toyama

Ossos Temporais
Eloisa Maria Mello Santiago Gebrim

Glândulas Salivares
Marcio Ricardo Taveira Garcia

Cavidade Oral
Bruno Casola Olivetti

Faringe
Carlos Jorge da Silva

Laringe
Maíra Sarpi

Paratireoide
Regina Lúcia Elia Gomes

Linfonodos
Henrique Zuppani

MÓDULO TÓRAX
Coordenadores: Ricardo Guerrini, Marcio Sawamura e Cesar Higa Nomura
Moderadores: Ricardo Guerrini, Marcio Sawamura e Cesar Higa Nomura

Nódulos pulmonares sólidos e semissólidos: discussão de casos
Mark Wanderley

Micronódulos pulmonares: discussão de casos
Vivian Rubin

Vidro fosco e consolidação: discussão de casos
Marcio Sawamura

Bolhas e cistos: discussão de casos
Daniel Garzi

Reticulado: discussão de casos
Rodrigo Caruso Chate

Doenças das vias aéreas: discussão de casos
Roberto Vitor Almeida Torres

Tromboembolismo pulmonar
Hye Ju Lee

Massas mediastinais
Lilian Albieri

Achados cardíacos na TC de tórax. O que eu preciso ver?
Raphael Scoppetta

Discussão interativa de casos
Ricardo Guerrini

Discussão interativa de casos
Ricardo Guerrini


MÓDULO CARDIOVASCULAR
Coordenadores: Cesar Higa Nomura e Walther Ishikawa
Moderadores: José Rodrigues Parga Filho e Walther Ishikawa

Tomografia de coronárias: dicas práticas de como fazer o exame
Antônio Fernando Lins Paiva

Tomografia de coronárias: como elaborar um laudo
Raphael Scoppetta

TC e RM de aorta e ramos: dicas práticas de como fazer
Hilton Muniz Leão Filho

RM de Coração: dicas práticas de aquisição
Carlos Rochitte

SESSÃO BASEADA EM REVISÃO DE CASOS CLÍNICOS

RM de coração
Gabriela Liberato

TC e RM Cardiopatias congênitas
Walther Ishikawa

TC de coronárias
Thamara Carvalho Morais

TC de aorta e ramos
Thiago Dieb Ristum Vieira


MÓDULO USG GINECO-OBSTÉTRICA
Coordenadores: Sergio Kobayashi, Ayrton Roberto Pastore e Ingrid Ramos Rocha e Silva
Moderadores: Sergio Kobayashi (Obstetrícia) e Ayrton Roberto Pastore (Ginecologia)

Critérios de inviabilidade na gestação do primeiro trimestre
Ingrid Ramos Rocha e Silva

Demonstração prática: como avaliar e interpretar a TN
Eduardo Valente Isfer

Demonstração prática: como avaliar e interpretar o osso nasal
Mauricio Saito
 
Demonstração prática: como avaliar e interpretar o ducto venoso
Sergio Kobayashi

US nos Leiomiomas: O que deve ser informado?
Ricardo Simões

US nas Massas Anexiais: O que deve ser informado?
Ana Paula Klautau

US na Endometriose Profunda: O que deve ser informado?
Leandro Accardo de Mattos

US na Adenomiose : O que deve ser informado?
Ayrton Roberto Pastore
 

MÓDULO USG VASCULAR
Coordenadores: Maria Cristina Chammas e Peter C. Françolin
Moderadora: Daniela Machado Bonfim

AULA TEÓRICA: Como descrever e como interpretar os espectros arteriais ao Doppler
Érica Nardino

DEMONSTRAÇÃO
PRÁTICA: O domínio da “mão direita”: Janelas difíceis em estudos vasculares, e como vencê-las
Peter C. Françolin

DEMONSTRAÇÃO
PRÁTICA: O domínio da “mão esquerda”: Butonologia básica e avançada de meu equipamento
Patrícia Aquino

AULA TEÓRICA:
Contraste ecográfico (CEUS) nos estudos vasculares periféricos: Como realizar?
Carlos A. Ventura

TEÓRICO-PRÁTICA:
Volume de fluxo - Para que serve? Como fazer?
Mario J. A. D'àvilla

AULA TEÓRICA:
Avaliação das síndromes congestivas venosas (May-Thurner, Nutcraker, varizes pélvicas)
Andre R. Pacciello

DEMONSTRAÇÃO
PRÁTICA: Técnica para avaliação de grandes vasos do abdômen (aorta, VCI, ilíacas)
Joseph Elias Benabou

MÓDULO MEDICINA INTERNA GASTROINTESTINAL
Coordenadora: Cinthia Denise Ortega

Atualizações do LI-RADS 2018
Iraí Santana de Oliveira

Discussão multidisciplinar sobre carcinoma hepatocelular
Hilton Muniz Leão Filho
Iraí Santana de Oliveira
Aline Lopes Chagas

O papel da Radiologia na obesidade
Serli Kiyomi Nakao Ueda
Colangiopatias não tumorais
Ralph Rodrigo Francisco M. Tavares

Síndromes de compressão vascular
Thiago Dieb Ristum Vieira
 
O papel dos exames de imagem na avaliação do estômago
Fernanda Lopez Mazzucato

Doenças benignas do cólon e reto
Cinthia Denise Ortega

5 pontos sobre complicações do transplante hepático
Rodrigo Pamplona Polizio

5 pontos sobre pancreatite crônica
Ralph Rodrigo Francisco M. Tavares

5 pontos sobre meios de contraste
Hilton Muniz Leão Filho

5 pontos sobre o pós operatório hepatobiliopancreático
Fernanda Lopez Mazzucato
 
5 pontos fundamentais sobre aneurisma de aorta
Thiago Dieb Ristum Vieira


MÓDULO MEDICINA INTERNA GENITOURINÁRIO
Coordenadores: Fernando
Ide Yamauchi e Publio Cesar Viana
Moderadores: Fernando Ide Yamauchi e Publio Cesar Viana

5 passos para avaliar uma lesão retroperitoneal
Fernando Morbeck

5 passos para avaliar uma lesão ovariana
Brunna de Oliveira

Radiologia contrastada uroginecológica: 5 dicas práticas
Dalton Libanio Ferreira

5 casos que erramos
Régis Otaviano Franca Bezerra

5 exames de medicina nuclear com importância na urorradiologia (DTPA, DMSA, CO, PET/PSMA, PET/FDG)
Carlos Buchpiguel

5 mitos radiológicos
Fernando Ide Yamauchi

5 passos para avaliar uma RM de próstata
Hilton Muniz Leão Filho

5 situações em que a radiologia não me ajuda: a visão do urologista
Giovanni Scala Marchini

5 sinais radiológicos que não estão nos artigos
Publio Cesar Viana

Mesa redonda
Publio Cesar Viana
Fernando Ide Yamauchi
Hilton Muniz Leão Filho
Giovanni Scala Marchini


MÓDULO INTERVENÇÃO
Coordenadores: Marcos Roberto Menezes e Mauricio Ruettimann Liberato de Moura
Tema Geral: Descomplicando a prática Intervencionista: o que você precisa saber de
forma simples e direta!
REVISÃO BASEADA EM APRESENTAÇÃO DE CASOS CLÍNICOS - Tema: Como fazemos!

Sedação e Analgesia em Procedimentos Intervencionistas: como fazer
Paulo Rogério Barboza Silvério

PAAF de Nódulos Tireoidianos: maximizando resultados
Felipe Shoiti Urakawa

Tema: Cuidados e Truques das Principais Biópsias Viscerais

Biópsia Pulmonar
Marcello Silveira Rovella

Biópsia Hepática
Lucas Fiore

Biópsia Renal
Renato Zangiacomo

Tema: Como lidar com catéteres de drenagem em diferentes situações

Drenagens de coleções de difícil acesso multisseptadas: como fazer
Eduardo Lima Garcia

Catéteres de longa permanência: como faço, indicações e resultados
Alfredo Enzo Allegro Filho

Colecistostomia Percutânea
Daniel Setuguti

Tema: Estomias Percutâneas

Gastrostomia Percutânea
Guilherme Lopes Pinheiro Martins

Nefrostomia Percutânea Matheus Saldanha Cardoso

Tema: Emboloterapia na Prática Clínica

Embolização de Miomas: como eu faço
Rafael Noronha Cavalcante

Embolização de Próstata para o Tratamento de HPB
André Moreira de Assis

Embolização Esplênica: indicações e resultados
Fernanda Uchiyama

Embolização na hemoptise: como eu faço
Airton Moreira Mota

Tema: Bem-vindo ao futuro!

Salas Híbridas e Técnicas de Fusão de Imagem em Intervenção
Guilherme Mariotti

Tratamentos Combinados em Intervenção
Oncológica
Mauricio Kauark Amoedo

MÓDULO PEDIATRIA
Coordenadora: Lisa Suzuki
Dicas, armadilhas e considerações fundamentais para residentes e radiologista geral em:

RX tórax pediátrico
Luiz Antônio Nunes de Oliveira

TC tórax pediátrico
Márcio Sawamura

USG neonatal
Marcia Wang Matsuoka

Imagens em NeuroPediatria: peculiaridades na interpretação
Suely Fazio Ferraciolli

Dicas, armadilhas e considerações fundamentais em imagens pediátricas para residentes e radiologista geral em:
RX musculoesquelético
Luiz Antônio Nunes de Oliveira

RM musculoesquelético
Flavia Sakamoto

US quadril
Marcelo Straus Takahashi

USG fígado
Silvia Maria Sucena da Rocha

Tumores abdominais
Fabiana Gual

Dor abdominal
Maurício YamanarI


MÓDULO NUCLEAR III SIMPÓSIO PET/RM E PET/ CT EM ONCOLOGIA
Coordenadores: Marcelo Tatit e Carlos Buchpiguel
Moderador: Heitor Naoki Sado

Importância da detecção do sítio de recorrência no câncer de próstata
Diogo Assed Bastos

Avaliação por RM multiparamétrica do câncer de próstata
Marcos Santos Lima

Indicações do PET PSMA no câncer de Próstata
Heitor Naoki Sado

Dificuldades da interpretação do PET PSMA
Marcelo Livorsi da Cunha

Radioterapia no câncer de próstata - controle da recorrência
Elton Leite

Terapia do câncer de próstata com Ra223 - situação atual
George Barberio Coura Filho

Terapia do câncer de próstata com PSMA - situação atual
Carlos Buchpiguel

DVD 20
Moderador: Marcos Santos Lima

PET/CT em linfoma - valor do estudo ínterim
Rafael Akio Kitamikado

PET/CT radiômica: o que está oculto na imagem
Eduardo Flávio de Lacerda Marçal Filho
 
Cintilografia óssea e PET fluoreto no seguimento de metástases - quando fazer e como analisar?
Nelisa Helena Rocha

Indicações do PET/RM em tumores de abdome e pelve
Marcos Santos Lima

PET/CT vs RM na avaliação do Mieloma múltiplo
Wilson Eduardo Furlan Matos Alves

PET/RM em pesquisa oncológica - perspectivas
Carlos Buchpiguel

Encerramento
Carlos Buchpiguel

2 anos Sem tempo para fazer o curso agora? Não tem problema.
Você poderá participar desse curso até 2 anos após a matrícula.

Radiologistas, Ultrassonografistas, Cirurgiões Vasculares, Mastologistas e Ginecologista.

Medicine Cursos
""


MedicineCursos
""


Certificado pelo Instituto de Radiologia INRAD - HCFMUSP 

Conteúdo Programático

  • 1. 01 – FACE
  • 2. 02 – CRÂNIO
  • 3. 03 – TRAUMA VASCULAR
  • 4. 04 – TÓRAX
  • 5. 05 – TRAUMA HEPÁTICO E ESPLÊNICO
  • 6. 06 – ABDOME II: PÂNCREAS E VÍSCERAS OCAS
  • 7. 07 – TRAUMA DE RINS E VIAS URINÁRIAS
  • 8. 08 – NÃO ESQUECER: TRANSIÇÃO TORACOABDOMINAL, ADRENAIS E PAREDE ABDOMINAL
  • 9. 09 – COLUNA E MUSCULOESQUELÉTICO
  • 10. 10 – ARMADILHAS/PITFALLS NA EMERGÊNCIA
  • 11. 11 – SESSÃO INTERATIVA: CASOS DE PRÓSTATA
  • 12. 12 – AVALIAÇÃO INCIAL DO CÂNCER DE RETO
  • 13. 13 – CASOS DE PELVE FEMININA
  • 14. 14 – IMUNOTERAPIA EM TÓRAX
  • 15. 15 – SESSÃO INTERATIVA NEURORRADIOLOGIA
  • 16. 16 – SESSÃO INTERATIVA: CASOS DE EMERGÊNCIA ONCOLÓGICA
  • 17. 17 – SESSÃO INTERATIVA: CASOS DE EMERGÊNCIA ONCOLÓGICA
  • 18. 18 - SESSÃO INTERATIVA: CASOS DE EMERGÊNCIA ONCOLÓGICA
  • 1. 01 – FÍGADO E SUAS ARMADILHAS
  • 2. 02 – CEUS LI-RADS – COMO RELATAR AS LESÕES NA PRÁTICA (TESTE SUAS HABILIDADES!)
  • 3. 03 – DEMONSTRAÇÃO PRÁTICA: ELATOSGRAFIA HEPÁTICA
  • 4. 04 – DEMONSTRAÇÃO PRÁTICA: US RINS, VIAS URINÁRIAS E PRÓSTATA
  • 5. 05 – ESTADIAMENTO PRÉ E PÓS OPERATÓRIO NO CÂNCER DE TIREOIDE
  • 6. 06 – TESTE SUAS HABILIDADES: USG DE TIREOIDE E CERVICAL
  • 7. 07 – APRESENTAÇÃO NA PRÁTICA DO CONTRASTE POR MICROBOLHAS, INDICAÇÕES E CONTRA-INDICAÇÕES
  • 8. 08 – US COM CONTRASTE (CEUs) NOS ESTUDOS VASCULARES PERIFÉFICOS
  • 9. 09 – APLICAÇÕES DO CONTRASTE NO REFLUXO VÉSICO-URETERAL: DISCUSSÃO DE CASO
  • 10. 10 – SIMPÓSIO CANON
  • 11. 11 – SIMPÓSIO CANON - ELASTOGRAFIA HEPÁTICA E DE TIREÓIDE: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA REALIZAR UM BOM EXAME
  • 12. 12 – US DA VESÍCULA BILIAR: DICAS E ARMADILHAS
  • 13. 13 – DEMONSTRAÇÃO PRÁTICA: US CERVICAL
  • 14. 14 – APLICAÇÕES DO US COM CONTRASTE (CEUS) EM PEDIATRIA
  • 15. 15 – ULTRASSOM DO OLHO: AULA PRÁTICA
  • 16. 16 – ULTRASSONOGRAFIA NA INFERTILIDADE MASCULINA: DA TÉCNICA AO RELATÓRIO
  • 17. 17 – TESTE SUAS HABILIDADES: USG EM MEDICINA INTERNA
  • 1. 01 - CRITÉRIOS DE INVIABILIDADE NA GESTAÇÃO DO PRIMEIRO TRIMESTRE
  • 2. 02 – DEMONSTRAÇÃO PRÁTICA: COMO AVALIAR E INTERPRETAR A TN
  • 3. 03 - DEMONSTRAÇÃO PRÁTICA: COMO AVALIAR E INTERPRETAR O OSSO NASAL
  • 4. 04 – DEMONSTRAÇÃO PRÁTICA: COMO AVALIAR E INTERPRETAR O DUCTO VENOSO
  • 5. 05 – ULTRASSONOGRAFIA NOS LEIOMIOMAS: O QUE DEVE SER INFORMADO?
  • 6. 06 – US NAS MASSAS ANEXIAIS: O QUE DEVE SER INFORMADO?
  • 7. 07 – ULTRASOUND FOR DEEP ENDOMETRIOSIS: WHAT SHOULD BE REPORTED
  • 8. 08 – US NA ADENOMIOSE: O QUE DEVE SER INFORMADO?
  • 9. 09 – COMO DESCREVER E COMO INTERPRETAR OS ESPECTROS ARTERIAIS AO DOPPLER
  • 10. 10 – DEMONSTRAÇÃO PRÁTICA: O DOMÍNIO DA “MÃO DIREITA”: JANELAS DIFÍCEIS EM ESTUDOS VASCULARES, E COMO VENCÊ-LAS
  • 11. 11 – US COM CONTRASTE (CEUs) NOS ESTUDOS VASCULARES PERIFÉRICOS: COMO REALIZAR
  • 12. 12 – VOLUME DE FLUXO PARA QUE SERVE? COMO FAZER?
  • 13. 13 – PROSTATIC ARTERY EMBOLIZATION
  • 14. 14 – DEMONSTRAÇÃO PRÀTICA: TÉCNICA PARA AVALIAÇÂO DE GRANDES VASOS DO ABDÔMEN (AORTA, VCI, ILÍACAS)
  • 1. 01 – RM TORNOZELO: LESÕES TENDÍNEAS E LIGAMENTARES
  • 2. 02 – LESÕES DA FIBROCARTILAGEM TRIANGULAR E DOR ULNAR DO CARPO
  • 3. 03 – AVLIAÇÃO POR IMAGEM DAS LESÕES TRAUMÁTICAS DOS DEDOS DA MÃO IMAGING EVALUATION OF FINGERS TRAUMATIC INJURIES
  • 4. 04 – FRATURAS POR SOBRECARGA E INSUFICIÊNCIA
  • 5. 05 – ULTRASSONOGRAFIA DAS NEUROPATIAS PERIFÉRICAS
  • 6. 06 – ULTRASSONOGRAFIA MUSCULOESQUELÉTICA NA EMERGÊNCIA
  • 7. 07 – INCIDENTALOMAS EM MUSCULOESQUELÉTICO
  • 8. 08 – TUMORES ÓSSEOS PRIMÁRIOS DA CRIANÇA
  • 9. 09 – AVALIAÇÃO POR IMAGEM DAS ALTERAÇÕES PÓS-ACTÍNIAS
  • 10. 10 – AVALIAÇÃO POR IMAGEM DAS LESÕES ÓSSEAS DE SUPERFÍCIE
  • 11. 11 – DICAS PRÁTICAS NA AVALIAÇÃO DOS TUMORES DE PARTES MOLES
  • 12. 12 – PRINCÍPIOS BÁSICOS DAS BIÓPSIAS ÓSSEAS
  • 13. 13 – AVALIAÇÃO POR IMAGEM DAS INFECÇÕES ÓSSEAS
  • 14. 14 – AVALIAÇÃO POR IMAGEM DAS DOENÇAS INFLAMATÓRIAS
  • 15. 15 – DOENÇAS OSTEOMETABÓLICAS
  • 16. 16 – INTERVALO ROTADOR E TENDÃO DA CABEÇA LONGA DO BÍCEPS
  • 17. 17 – LESÕES MENISCAIS E LIGAMENTARES DO JOELHO
  • 18. 18 – AULA INTERATIVA COM CASOS
  • 1. 01 - 5 PASSOS NA AVALIAÇÃO DE UM PACIENTE COM DEMÊNCIA
  • 2. 02 - 5 PASSOS NA AVALIAÇÃO DE UM PACIENTE COM VASCULITE
  • 3. 03 - 5 PASSOSNA AVALIAÇÃO DE UM PACIENTE COM LESÃO EXPANSIVA DO SNC
  • 4. 04 - 5 - PASSOS NA AVALIAÇÃO DO PARKISONISMO
  • 5. 05 - 5 PASSOS NA AVALIAÇÃO DE UM PACIENTE COM EPILEPSIA
  • 6. 06 - 5 PASSOS NA AVALIAÇÃO DE UM PACIENTE COM DOENÇA DESMILINIZANTE
  • 7. 07 - 5 PASSOS NA ANÁLISE DE UM PACIENTE COM LUA LESÃO SELAR
  • 8. 08 - DISCUSSÃO INTERATIVA BASEADA EM CASOS
  • 9. 09 - 5 PASSOS NA AVALIAÇÃO DE UM PACIENTE COM AVC ISQUÊMICO
  • 10. 10 - 5 PASSOS NA AVALIAÇÃO DE UM PACIENTE COM SUSPEITA DE DISSECÇÃO ARTERIAL CERVICAL
  • 11. 11 - 5 PASSOS NA AVALIAÇÃO DE UM PACIENTE COM HEMORRAGIA INTRACRANIANA
  • 12. 12 - 5 PASSOS NA AVALIAÇÃO DE UM PACIENTE COM DOENÇA INFECCIOSA DO SNC
  • 13. 13 - DISCUSSÃO INTERATIVA BASEADA EM CASOS
  • 14. 14 - ÓRBITA
  • 15. 15 - SEIOS DA FACE
  • 16. 16 - 5 PRINCIPAIS DIAGNÓSTICOS DO OSSO TEMPORAL
  • 17. 17 - GLÂNDULAS SALIVARES 5 DIAGNÓSTICOS PRINCIPAIS
  • 18. 18 - HOMENAGEM
  • 19. 19 – 5 principais diagnósticos cavidade oral
  • 20. 20 - 5 PRINCIPAIS DIAGNÓSTICOS: FARINGE
  • 21. 21 - 5 PRINCIPAIS DIAGNÓSTICOS LARINGE
  • 22. 22 - 5 PRINCIPAIS DIAGNÓSTICOS GLÂNDULAS PARATIREOIDES
  • 23. 23 - 5 PRINCIPAIS DIAGNÓSTICOS LINFONODOS
  • 1. 01 - Atualizações do LI-RADS 2018
  • 2. 02 – Discussão multidisciplinar sobre carcinoma hepatocelular
  • 3. 03 – O papel da radiologia na obesidade
  • 4. 04 – Colangiopatias na tumorais
  • 5. 05 – Síndromes Compressivas Vasculares abdominais
  • 6. 06 – O papel dos exames de imagem na avaliação gástrica
  • 7. 07 – 5 pontos sobre complicações do transplante hepático
  • 8. 08 – 5 Pontos sobre pancreatite crônica
  • 9. 09 – 5 pontos sobre meios de contraste
  • 10. 10 – 5 pontos do PO das cirurgias biliopancreáticas
  • 11. 11 – Anerismas da Aorta – 5 pontos fundamentais
  • 12. 12 – 5 passos para avaliar uma lesão retroperitoneal
  • 13. 13 – Cinco passos para avaliar uma lesão ovariana
  • 14. 14 – Radiologia contrastada uroginecológica: 5 dicas práticas.
  • 15. 15 – 5 casos em que erramos
  • 16. 16 – 5 indicações da MN DTPA, DMSA, CO, PET-FDG E PET-PSMA
  • 17. 17 – 5 mitos radiológicos
  • 18. 18 – 5 passos para avaliar uma RM de próstata
  • 19. 19 – 5 situação em que a Radiologia não me ajuda: A visão do urologista
  • 20. 20 – 5 sinais radiológicos que não estão nos artigos: Viana´s Signs
  • 1. 01 – COMO REDUZIR FALSOS NEGATIVOS E POSITIVOS NA MAMOGRAFIA E TOMOSSÍNTESE?
  • 2. 02 – ACR BI-RADS® 3 NA MAMOGRAFIA, ULTRASSONOGRAFIA E RM
  • 3. 03 – RASTREAMENTO COM ULTRASSONOGRAFIA E TOMOSSINTESE: SITUAÇÃO ATUAL
  • 4. 04 – DÚVIDAS FREQUENTES DO ACR BI-RADS®
  • 5. 05 – SITUAÇÃO ATUAL E TENDÊNCIAS FUTURAS DO CDIS NA IMAGEM MAMÁRIA
  • 6. 06 – DISCUSSÃO DE CASOS
  • 7. 07 – ULTRASSONOGRAFIA: TÉCNICA E ACR BI-RADS
  • 8. 08 – ULTRASSONOGRAFIA: DIMINUINDO FALSOS POSITIVOS NA AVALIAÇÃO DE NÓDULOS E CISTOS
  • 9. 09 – ULTRASSONOGRAFIA: DISCUSSÃO DE CASOS DIDÁTICOS
  • 10. 10 – AVALIAÇÃO DOS IMPLANTES E EXPANSORES NA MULTIMODALIDADE
  • 11. 11 – COMO EU ANALISO E LAUDO UMA RM DE ESTADIAMENTO E QT NEOADJUVANTE
  • 12. 12 – APLICAÇÕES DO PROTOCOLO ABREVIADO NA RM DE MAMAS
  • 13. 13 – ASPECTO DE IMAGEM DOS DIFERENTES PERFIS MOLECULARES DO CÂNCER DE MAMA
  • 14. 14 – DESAFIO AO PATOLOGISTA: ENSINAR AO RADIOLOGISTA A IDENTIFICAR LESÕES NA MICROSCOPIA
  • 15. 15 – COMO ESCOLHER E NEGOCIAR APARELHOS PARA O SETOR DE IMAGEM DA MAMA
  • 16. 16 – INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL NA RADIOLOGIA: O COMEÇO DO FIM?
  • 17. 17 – ATUALIZAÇÃO NO TRATAMENTO CIRÚRGICO DO CÂNCER DE MAMA
  • 18. 18 – ATUALIZAÇÃO NO TRATAMENTO SISTÊMICO DO CÂNCER DE MAMA
  • 19. 19 – DICAS PRÁTICAS PARA PROCEDIMENTOS PERCUTÂNEOS DA AXIL
  • 20. 20 – MAMOPLASTIAS, RECONSTRUÇÕES E LOPOFILLING: NOÇÕES GERAIS PARA O RADIOLOGISTA
  • 21. 21 – APRESENTAÇÃO DOS PÔSTERES DO INRAD ENVIADO AO RSNA 2018
  • 1. 01 – NÓDULOS PULMONARES SÓLIDOS E SEMISSÓLIDOS
  • 2. 02 – MICRONÓDULOS PULMONARES: DISCUSSÃO DE CASOS
  • 3. 03 – VIDRO FOSCO E CONSOLIDAÇÃO: DISCUSSÃO DE CASOS
  • 4. 04 – BOLHAS E CISTOS: DISCUSSÃO DE CASOS
  • 5. 05 – RETICULADO: DISCUSSÃO DE CASOS
  • 6. 06 – DOENÇAS DAS VIAS AÉREAS: DISCUSSÃO DE CASOS
  • 7. 07 – TROMBOEMBOLISMO PULMONAR
  • 8. 08 – MASSAS MEDIASTINAIS
  • 9. 09 – ACHADOS CARDÍACOS NA TC DE TÓRAX: O QUE EU PRECISO VER?
  • 10. 10 – DISCUSSÃO DE CASOS TÓRAX
  • 11. 11 – TOMOGRAFIA DE CORONÁRIAS DICAS PRÁTICAS DE COMO FAZER O EXAME
  • 12. 12 – TOMOGRAFIA DE CORONÁRIAS: COMO ELABORAR UM LAUDO
  • 13. 13 – TC E RM DE AORTA E RAMOS: DICAS PRÁTICAS DE COMO FAZER
  • 14. 14 – RM DE CORAÇÃO: DICAS PRÁTICAS DE AQUISIÇÃO
  • 15. 15 – CASOS CLÍNICOS – RM CARDÍACA
  • 16. 16 – TC E RM CARDIOPATIAS CONGÊNITAS
  • 17. 17 – REVISÃO BASEADA EM CASOS CLÍNICOS ANGIOTOMOGRAFIA DE CORONÁRIAS
  • 18. 18 – AORTA
  • 1. 01 – SEDAÇÃO E ANALGESIA EM PROCEDIMENTOS INTERVENCIONISTAS: COMO FAZER
  • 2. 02 – PUNÇÕES DE TIREOIDE
  • 3. 03 – BIÓPSIA PULMONAR
  • 4. 04 – BIÓPSIA HEPÁTICA
  • 5. 05 – DESCOMPLICANDO A PRÁTICA INTERVENCIONISTA INTERVENÇÃO RENAL: DE FORMA SIMPLES E DIRETA BIÓPSIA RENAL
  • 6. 06 – DRENAGENS DE COLEÇÕES COMPLEXAS
  • 7. 07 – CATETERES DE LONGA PERMANÊNCIA: COMO FAÇO, INDICAÇÕES, RESULTADOS.
  • 8. 08 – COLECISTOSTOMIA PERCUTÂNEA
  • 9. 09 – EMBOLIZAÇÃO DO MIOMA UTERINO: COMO EU FAÇO
  • 10. 10 – GASTRONOMIA PERCUTÂNEA
  • 11. 11 – NESFROSTOMIA PERCUTÂNEA
  • 12. 12 – EMBOLIZAÇÃO DE PRÓSTATA PARA O TRATAMENTO DE HPB
  • 13. 13 – EMBOLIZAÇÃO ESPLÊNICA: INDICAÇÕES E RESULTADOS
  • 14. 14 – EMBOLOTERAPIA NA PRÁTICA – EMBOLIZAÇÃO NA HEMOPSTISE: COMO EU FAÇO
  • 15. 15 – SALAS HÍBRIDAS E TÉCNICAS DE FUSÃO DE IMAGEM EM INTERVENÇÃO
  • 16. 16 – TRATAMENTOS COMBINADOS EM INTERVENÇÃO ONCOLÓGICA
  • 17. 17 – SISTEMA MUSCULOESQUELÉTICO PEDIÁTRICO
  • 18. 18 – DICAS, ARMADILHAS E CONSIDERAÇÕES FUNDAMENTAIS: TC DE TÓRAX PEDIÁTRICO
  • 19. 19 – USG NEONATAL: DICAS, ARMADILHAS E CONSIDERAÇÕES FUNDAMENTAIS PARA RESIDENTES E RADIOLOGISTAS GERAIS
  • 20. 20 – IMAGEM EM NEUROPEDIATRIA: PECULIARIDADES DA INTERPRETAÇÃO
  • 21. 21 – SISTEMA MUSCULOESQUELÉTICO PEDIÁTRICO
  • 22. 22 – BIÓPSIAS TORÁCICAS: MEDIASTINO E PULMÃO
  • 23. 23 – USG FÍGADO
  • 24. 24 – TUMORES ABDOMINAIS
  • 25. 25 – IMAGEM NO ABDOME AGUDO PEDIÁTRICO
  • 26. 26 – RM MUSCULOESQUELÉTICO
  • 1. 01 - POR QUE DEVEMOS FALAR SOBRE EXPERIÊNCIA DO PACIENTE
  • 2. 02 - EXPERIÊNCIA DO PACIENTE:UM RELATO SOBRE A CUMPLICIDADE QUE CRIA EXPERIÊNCIAS SINGULARES
  • 3. 03 - EXPERIÊNCIA DO PACIENTE
  • 4. 04 - EMPATIA MÉDICA
  • 5. 05 - O QUE O MUNDO ESTÁ FAZENDO E AINDA PODE FAZER EM TERMOS DE EMPATIA
  • 6. 06 - JORNADA DO PACIENTE CASO INRAD
  • 7. 07 - PARCERIA E CO-CRIAÇÃO COM PACIENTES E FAMILIARES
  • 8. 08 - CRIAÇÃO DE NOVAS JORNADAS A PARTIR DE NOVAS TECNOLOGIAS
  • 9. 09 - O PACIENTE NO CENTRO DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL - CASO HCFMUSP
  • 10. 10 - PROTOTIPAÇÃO
  • 11. 11 - PROTOTIPAÇÃO NA RADIOLOGIA INTERVENCIONISTA
  • 12. 12 - UMA SOLUÇÃO PARA REDUZIR O TEMPO DE ESPERA
  • 1. 01 - DETECTION OF RELAPSE / PROGRESSION SITE IN PROSTATE CANCER: DOES IT MATTER?
  • 2. 02 - AVALIAÇÃO POR RM MULTIPARAMÉTRICA DO CÂNCER DE PROSTATA
  • 3. 03 - INDICAÇÕES DO PET PSMA NO CÂNCER DE PRÓSTATA
  • 4. 04 - DIFICULDADES NA INTERPRETAÇÃO DO PET PSMA
  • 5. 05 - RADIOTERAPIA NO CÂNCER DE PRÓSTATA: CONTROLE DA RECORRÊNCIA
  • 6. 06 - TERAPIA DO CÂNCER DE PRÓSTATA COM RA223 - SITUAÇÃO ATUAL
  • 7. 07 - MEDICINA NUCLEAR E TRATAMENTO DE TUMOR METASTÁTICO DE PRÓSTATA
  • 8. 08 - PET/CT EM LINFOMA - VALOR DO ESTUDO ÍNTERIM
  • 9. 09 - PET/CT RADIÔMICA: O QUE ESTÁ OCULTO NA IMAGEM?
  • 10. 10 - CINTILOGRAFIA ÓSSEA E PET-CT COM 18F-FLUORETO NO SEGUIMENTO DE METÁSTASES – QUANDO FAZER E COMO ANALISAR.
  • 11. 11 - INDICAÇÕES DO PET/RM EM TUMORES DE ABDOME E PELVE
  • 12. 12 - PET/CT VERSUS RM NA AVALIAÇÃO DO MIELOMA MÚLTIPLO
  • 13. 13 - ENCERRAMENTO
Voltar ao topo